Brotou uma flor - Poema

flores_roxas.gifE brotou, roxa, singela, franzina, baixinha, bela;
ao lado, os lírios são baços.
Flor berrante, de cor única, roxo gritante, da túnica
que veste o Senhor dos Passos.

Os lírios, vão delinear, o caminho ladear
de branco, o carreiro verde;
onde a relva mui viçosa, é tapete prà formosa
Virgem, que assim não se perde.

Mas, no rosto de Maria, deixou de haver alegria,
cedeu lugar à tristeza.
Vai chorando p'los caminhos, olha a coroa d'espinhos
do Filho. Não vê beleza.

Todas as flores, num lampejo, à passagem do cortejo
fecharam, secou a erva.
Os lírios brancos tombaram, as flores roxas murcharam;
nada, vivo se conserva.

No mundo, houve tanta dor... porque o Filho do Senhor
Nosso Deus, crucificaram.
Mas a dor Dele, floriu... e na cruz por nós pediu...
De novo, as flores brotaram.
------------------------
25/02/2002
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

LauraBM às 00:30 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):