PENSAMENTO:

Concedei-nos, Senhor, serenidade p/aceitar as coisas que não podemos modificar,

coragem p/modificar as que podemos e sabedoria p/distingui-las!

==============================

18
Jul 07

Dúvidas pascais

rapaz-chichi.gif- Papai, o que é Páscoa?
- Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
- Igual ao Natal?
- É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
- Ressurreição?
- É, ressurreição. Marta, vem cá!
- Sim?
- Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
- Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
- Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
- Que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi baptizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
- Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
- É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a Ilha da Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
- Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
- Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
- Coelho bota ovo?
- Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
- Era... era melhor, sim... ou então urubu.   
- Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né? Que dia que ele morreu?
- Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
- Que dia e que mês?
- (???) Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
- Um dia depois!
- Não, três dias depois.
- Então morreu na quarta-feira.
- Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
- Papai, por que amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
- É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
- O Judas traiu Jesus no sábado?
- Claro que não! Se Jesus morreu na sexta!!!
- Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
- Ui...
- Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
- Cristo. Jesus Cristo.
- Só?
- Que eu saiba sim, por quê?
- Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
- Ai Coitada!
- Coitada de quem?
- Da sua professora de catecismo!
PS: Acho que eu também vou precisar fazer um curso de catecismo pois fiquei com um montão de dúvidas sobre essa história toda!!!
--------------------------------
8/01/2005
Artigo recebido via Internet, s/autoria

LauraBM às 12:57 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
07
Jul 07

Bebedeira

homem_vomitar.gifUm bêbado estava a passar por um rio, quando viu um monte de evangélicos a orar e a cantar.
Resolveu perguntar: - O que se está a passar... hic... aqui?
- Estamos a fazer um baptismo nas águas. Você também deseja encontrar  o Senhor?
- Hic... Eu quero, sim...
Os evangélicos vestiram o bêbado com uma roupa branca e levaram-no para a fila. Numa margem do rio estava um pastor que pegava nos fiéis, mergulhava a cabeça deles na água, depois tirava e perguntava:
- Irmão... viste Jesus?
- Ó, eu vi, sim...
E todos os evangélicos diziam:
- Aleluia! Aleluia!
Quando chegou a vez do bêbado, o pastor meteu-lhe a cabeça na água, depois tirou e perguntou-lhe:
- Irmão... viste Jesus?
- Não! - disse o bêbado.
O pastor colocou novamente a cabeça do bêbado na água e deixou-a lá um certo tempo. Depois tirou-a e perguntou:
- E agora, irmão... viste Jesus?
O bêbado já bastante ofegante, lá disse:
- Não!
O pastor, já nervoso, colocou de novo a cabeça do bêbado debaixo de água e deixou-a lá por uns cinco minutos. Depois puxou o bêbado e perguntou-lhe:
- E agora, irmão... já conseguiste ver Jesus?
O bêbado já mole e trôpego de tanta água engolir, disse:
- Você tem a certeza de que Ele caiu aqui?!!!
-------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

TAGS = temas do blog (Clique em cima):
10
Jul 06

Recebendo Anjos

anjocoracaoaz.gifBons tempos, bons tempos, os bíblicos.
Imagine receber um anjo hoje.
Um deles já pode ter estado com você, e você não o reconheceu.
A função dele era aparecer e lhe dar a mensagem.
A sua única obrigação era recebê-lo, mas você não soube que era ele.
Você se afastou, achou que era um chato, ou um louco, falhou, azar.

Pode ter sido há anos.
Aquele que caminhou ao seu lado brevemente, disse uma coisa estranha e você apressou o passo, lembra?

Aquele (ou aquela, eles vêm de várias formas) que sentou ao seu lado e falou no tempo, e era um preâmbulo para a revelação, mas você fechou a cara.

Ele pode ter batido na sua porta e você foi logo dando uma esmola, ou dizendo que hoje não tem nada, ou ameaçando chamar a polícia.

Antes era mais fácil, agora é tarde.

Hoje ele bate na porta e você espia e não abre a porta, tá doido?
Se ele se aproximar de você na rua, você correrá apavorado ou anunciará que está armado e que é melhor ele se afastar.

Se ele se sentar ao seu lado, você fugirá do contágio, se ele segurar o seu braço, você gritará.

Se ele telefonar, sua secretaria electrónica dirá para ele deixar a mensagem depois do bip e ele não dirá nada: a mensagem é para você e não para ela.

E se ele conseguir alcançar você sem que você lhe dê um pontapé, e cumprir sua função, e der a mensagem - você não a compreenderá.
Pedirá para ele falar mais alto, há muito barulho.
"O quê? Em que sentido? É uma metáfora? É um código? Interpreta, traduz, decifra, o quê?"

Agora é tarde.

Antes ele olharia você nos olhos e falaria claramente.
E, dada a mensagem, ele desapareceria, e o mundo seria uma estrada para o seu coração.

Hoje você diria:
- Olha, precisamos conversar com mais calma um dia, me liga! Me liga!
---------------------------
Luís Fernando Veríssimo

LauraBM às 00:22 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
02
Jul 06

Precisam-se LOUCOS!!!

boneco_tudook.gifDe loucos uns pelos outros! Que em seus surtos de loucura espalhem alegria; com habilidades suficientes para agir como treinadores de um mundo melhor, que olhem a ética, respeito
às pessoas e responsabilidade social, não apenas como princípios organizacionais, mas como verdadeiros compromissos com o Universo.

Precisam-se loucos de paixão, não só pelo trabalho, mas principalmente por gente, que vejam em cada ser humano o reflexo de si mesmo, trabalhando para que velhas competências dêem lugar ao brilho no olhar e a comportamentos humanizados.

Precisam-se loucos por novas tendências, mas que caminhem na contramão da história, ouvindo menos o que os gurus tem a dizer sobre mobilidade de capitais, tecnologia ou eficiência gerencial e ouvindo mais seus próprios  corações.
Precisam-se loucos poliglotas que não falem inglês, espanhol, francês ou italiano, mas que falem a língua universal do amor; do amor que transforma, modifica e melhora, pois, palavras não transformam empresas e sim atitudes.

Precisam-se, simplesmente, loucos de amor; de amor que transcende toda a hierarquia, que quebra paradigmas; amor que cada ser humano deve despertar e desenvolver dentro de si e pôr a serviço da vida própria e alheia; amor cheio de energia, amor do diálogo e da compreensão, amor partilhado e transcendental.

As Organizações precisam urgentemente de loucos, capazes de implantar novos modelos de gestão, essencialmente focados no SER, sem receios de serem chamados de insanos, que saibam que a felicidade consiste em realizar as grandes verdades e não somente em ouvi-las.
---------------------
18/06/2005
Madalena Carvalho

LauraBM às 00:02 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
22
Jul 05

Até Deus acredita!!!!

mulher_baloico.jpg Um dia, uma dona de casa buscava gravetos para o fogão a lenha, para fazer o almoço da sua família.
Cortando o galho de uma árvore tombada, seu machado caiu no rio.
A mulher suplicou a Deus que a ajudasse.
Ele apareceu e perguntou:
- Por que você está chorando?
A mulher respondeu que seu machado havia caído no rio.
E Deus entrou no rio, de onde tirou um machado de ouro, e perguntou:
- É este seu machado?
A nobre mulher respondeu:
- Não, Deus, não é esse.
Deus entrou novamente no rio e tirou um machado de prata:
- É este o seu?
- Também não, respondeu a dona de casa.
Deus voltou ao rio, tirou um machado de madeira e perguntou:
- É este seu machado?
- Sim, respondeu a nobilíssima mulher.
Deus estava contente com a sinceridade da mulher, e mandou-a de volta para casa, dando-lhe os três machados de presente.

Um dia, a mulher e seu amantíssimo marido estavam passeando no campo quando ele tropeçou e caiu no rio.
A infeliz mulher, então, suplicou a Deus por ajuda.
Ele apareceu e perguntou:
- Mulher, por que você está chorando?
A mulher respondeu que seu esposo caíra no rio.
Imediatamente Deus mergulhou, tirou o Brad Pitt, e perguntou:
- É este seu marido?
- Sim, sim, respondeu a mulher.
E Deus se enfureceu.
- Mulher mentirosa!!! - exclamou.
Mas a mulher rapidamente se explicou:
- Deus, perdoe, foi um mal-entendido. Se eu dissesse que não, então o Senhor tiraria o Tom Cruise do rio; depois, o Senhor tiraria o meu marido; e quando eu dissesse que sim, era ele, o Senhor mandaria eu ficar com os três.
Mas eu sou uma humilde mulher, e não poderia cometer trigamia...
Só por isso eu disse 'sim' para o primeiro deles.
E Deus achou justo, e a perdoou.

Moral da história: mulher mente de um jeito que até Deus acredita..........
----------------------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

LauraBM às 10:22 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
21
Jul 05

Oração ao meu santim!

mulher_ajoelhada.gifMeu Santim... Meu Santim...
Tenha misericórdia di mim...
Amanhã é dia dos namorado...
e eu vou passar o dia sozim...

Meu Santim... Meu Santim...
Me acuda que a coisa tá ruim...
Já tentei garrá um aqui,
mas ele fugiu de mim!

Meu Santim... Meu Santim...
Tô confiando no sinhô...
Me arrume um namorado hoje
que eu já tô disisperada,
tô pricisada di amor.

Meu Santim... Meu Santim...
Né pussíver que o sinhô
vai mi dexar só nas pipoca e nos balão!
Tô confiada que o sinhô
vai mi arrumar um hôme bão!

Meu Santim... Meu Santim...
Si o hôme num aparecer di hoje inté amanhã...
vai si acabá as pipoca... vai istourá os balão...
e ocê vai ficá marrado bem aí nesse iscurão!

Me Santim... Meu Santim...
Seu fii já tá sequestrado...
e só libero o minino a troco dum namorado!

Meu Santim... Meu Santim...
Já tô quase uma veínha matando cachorro a grito...
Me arrume um namorado urgente...
mas num me venha com carqué um...
tem di sê bunito e rico, sarado, forte e amoroso.

Que seja trabaiadô, que num gosdi hôme priguiçoso. 
Podi sê di carqué cô, bonzinho, dedicado e leal
num pricisa nem di sê real, podi sê inté virtual...
Oras! Use sua imaginação e mi arrume o hôme ideal,
afinal prá quê qui serve um santo, se ele num fô genial???

Meu Santim... Meu Santim...
Meus juêi já tá isfolado,
purisso ocê vai ficar marrado,
cum a cabeça dispindurada e o fii sequestrado
e só ti libero tudo dispôs que ocê
cum um namorado aqui mi aparicê.

Já tô prontim, meu Santim... Amém!
-------------------------------------------------
Autora Pidinte Disisperada: Nágela/Goiânia

LauraBM às 10:31 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
20
Jul 05

Sermon da padre alemon

frade_ler.gif

Na igreja da terra, o padre teve que ausentar-se e foi substituído por um padre alemão, já há bastante tempo em Portugal, mas ainda enfrentando dificuldades linguísticas.
Daí que, o sermão de domingo, tenha decorrido com algumas dificuldades; mas, o pior foi o papel de aviso colado na porta da igreja na 2ª feira seguinte:

AVISO:

Minhas carríssimos irmons,
Quem criô o mundo fo deus:
Ontem  fo dia  santo, fo dia de alegria, fo dia de satisfaçon.

O semana que vem terremos prossisson,
Mas no serrá como o do ano passada que os mulherres se mestruava com os homens.

Ela serrá  combosta de 3 filas:
uma combosta de homens, uma combosta de mulherres e otra combosta de crianças.

Todos os senhorass deverron vir de véu,
Quem nom tiver véu, vem cu do mãe, cu do tia, cu do vó ou cu de quem quizer.

Os mulherres deverrom  trazer vêlas:
Os casadas que já tem experriência levarron velas no frente,
Os  solteirras que nunca levarram, levarron atrás
E os velhinhas, coitadinhas, que já levarram muitas, non precisam levar.

Mais um aviso para os homens:
Non deverron amarrrar cavalas no pau do igreja, prque aquele pau non ser do igreja,
Aquele pau ser meu.

Outro avisa pros vaqueirras:
Non deverron entrar com esporra no igreja, porque esporra aqui, esporra ali, von acabarr esporrando todo no  gente.

Terremos também uma campanha parra cercar cemitérrias, parra cavalas non entrarrem senon piça ali,
Quando vocês morrer piçam vocês também.

Por falar em piçar, um aviso para os moças:
Non piçem no grama, von piçar  nos gramas de seus casas.

No fim do procisson, terremos uma grande chupada no frente do  igreja, que  serrá do seguinte manerra:
Esticaremos um pau e colocarremos um  parril em cada punta,
Do lado dirreita  ficarron as homens, do lado esquerda os mulherres,
Quando eu contarr até três, von todos pro punta do parril.

Qualquer outra informaçon, estarrei a disposiçon no putarria do  igreja.
----------------------------------------
Artigo recebido via internet, s/autoria

TAGS = temas do blog (Clique em cima):
17
Jul 04

Carta ao inquilino

Planetaterra_mar.gifSenhor morador,


Gostaríamos de informar que o contrato de aluguel que acordamos há bilhões de anos atrás, está vencendo.
Precisamos renová-lo, porém temos que acertar alguns pontos fundamentais:

 

- Você precisa pagar a conta de energia. Está muito alta! Como você gasta tanto?
- Antes eu fornecia água em abundância, hoje não disponho mais desta quantidade. Precisamos renegociar o uso.
- Porque alguns na casa comem o suficiente e outros estão morrendo de fome, se o quintal é tão grande?
Se cuidar bem da terra vai ter alimento para todos!
- Você cortou as árvores que dão sombra, ar e equilíbrio. O sol está muito quente e o calor aumentou. Você precisa replantar novamente!
- Todos os bichos e as plantas do imenso jardim devem ser cuidados e preservados.
- Procurei alguns animais, e não os encontrei. Sei que quando aluguei a casa eles existiam...
- Precisam verificar que cores estranhas estão no céu! Não vejo o azul!
- Por falar em lixo, que sujeira hein??? Encontrei objectos estranhos pelo caminho! Isopor, pneus, plásticos...
- Não vi os peixes que moram nos rios e lagos. Vocês pescaram todos? Onde estão?

 

Bom, é hora de conversarmos.
Preciso saber se você ainda quer morar aqui. Caso afirmativo, o que você pode fazer para cumprir o contrato?
Gostaria de ter você sempre comigo, mas tudo tem um limite. Você pode mudar?
Aguardo respostas e atitudes.

Sua casa – "A Terra".

O assunto foi entregue à Associação de inquilinos – Deus & Anjos, SA.
==================
Nota de Laura B. Martins:
Se usássemos este n/planeta tal como um inquilino tem que usar a sua casa de aluguer, mobilada, e fôssemos obrigados a respeitar e preservar tudo que encontrámos nela... pois no momento da devolução deveria estar intacta... como seria diferente, hoje, o n/mundo; e quantas espécies da fauna e flora ainda estariam vivas!

LauraBM às 22:48 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
03
Jul 04

Judas é tramado!

Jesus_palavraanimada.gif 

Jesus chama os seus discípulos e apóstolos para uma reunião de emergência, devido ao alto consumo de drogas na Terra.
Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater a situação e resolvê-la definitivamente era  provarem a droga eles mesmos, e depois tomar as medidas adequadas.
Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo e recolha diferentes drogas.   
Efectua-se a operação secreta e dois dias depois começam a regressar os comissários.
Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro servo:      
- Quem é? - Sou Paulo. Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Paulo? - Trago haxixe de Marrocos. - Muito bem, filho. Entra.
- Quem é? - Sou Pedro. Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Pedro? - Trago maconha do Brasil. - Muito bem, filho. Entra.
- Quem é? - Sou Tiago.
- E o que trazes, Tiago? - Trago lança perfume da Argentina. - Entra.
- Quem é? - Sou Marcos.
- E o que trazes, Marcos? - Trago marijuana da Colômbia. - Muito bem, filho. Entra.    
- Quem é? - Sou Mateus.
- E o que trazes, Mateus? - Trago cocaína da Bolívia. - Muito bem, filho. Entra.    
- Quem é? - Sou João. Jesus abre a porta e pergunta de novo:
- E tu, o que trazes, João? - Trago crack de Nova Iorque. - Muito bem, filho. Entra.
- Quem é? - Sou Lucas.  
- E o que trazes, Lucas? - Trago speeds de Amsterdam. Muito bem, filho. Entra.
- Quem é? - Sou Judas. Jesus abre a porta.      
- E tu, o que trazes, Judas?
- POLICIA FEDERAL!!! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA!
--------------------------------------------------
25/09/2004
http://geocities.yahoo.com.br/majoemachado/

LauraBM às 22:51 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):
02
Jul 04

Cagüete merece cacete

criancasporta_caguete.gif Quando a gente faz a primeira comunhão nem sabe direito o que está fazendo.
O fato é que em minha época tínhamos que ficar cara a cara com um padre, separados apenas por uma mínima tela num apertado confessionário, ajoelhada, tendo que confessar nossos pecados.
E com nove, dez anos se tem pecados?

 

Bem, fiz a relação dos meus pecados na véspera da confissão, e não dormi a noite inteira.
Afinal, esconder pecados era talvez o maior deles.
Fiz uma retrospectiva de minha "longa" vida de experiências no decorrer de meus nove anos de idade. Teria que narrar meus erros ao representante legítimo de Deus. Seria julgada por ele e dependia da absolvição dele para poder usar aquele vestido branco lindo, participar da festa que haveria no colégio, poder dar santinhos de lembrança, ver as lágrimas de orgulho no rosto de meus pais, enfim, ser considerada uma menina boa pela sociedade.

E mais, saberia finalmente o gosto da hóstia e poderia fazer aquele ar contrito de sofredora, sempre achei um show quando via titia fazer. De véu, olhos fechados, ar arrependido, lágrimas furtivas, sofrimento estampado na fisionomia.

Comungar doía muito, pensava eu. Estranhamente a dor passava rápido demais, pois, em menos de dez minutos titia já estava de novo com o ar atrevido e pronta para gritar com Celinha minha prima de seis aninhos, que não havia ajoelhado durante a comunhão.

 

As moedas pegas escondidas do troco de papai, os sorvetes e balas antes do almoço, a resposta feia dada à minha irmã, a mentira que contada à vovó, seriam pecados graves?
Deveriam render-me a leitura de umas dez Aves Marias pelo menos.
Salves rainhas à parte, o que mais me preocupava era como dizer ao padre, que já havia me tocado e sentido prazer. Nem sabia o que era masturbação naquela época. Achava que era algo gostoso e errado. Prazer sempre vem acompanhado com culpa, que droga!
Treinei naquela noite. Treinei muito mesmo. Ensaiei minha performance.
- Padre, passei minhas mãos nas pernas e lá , ou, padre, minhas pernas e lá, passaram em minhas mãos?
Bem, na hora da confissão, não tive coragem, não contei, apesar da curiosidade aguçada dele. Bem curioso aquele santo padre.
Virei naquele momento mais uma das católicas apostólicas romanas, mentirosas.
Provei a hóstia com culpa. Vivi a festa sem entusiasmo, achando que não merecia.

 

Aquela foi a minha maior penitência. Não ter prazer em fazer comunhão.
Foi a primeira e ultima vez que ajoelhei no confessionário do tribunal da inquisição dos abelhudos. Será que deixei de ser cristã, deixei de ser uma pessoa do bem?

 

Durante minha vida comunguei mil vezes com Deus, sem intermediários.
Deus nunca precisou de 'laranjas" para seus negócios. Ele é limpo e transparente.
E afinal, se ele tudo vê e sabe, não precisa de alcagüete.
Cagüete merece cacete.

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal.
romanos 12:10
--------------
25/07/2004 Rosa Pena

LauraBM às 00:07 | E custa, comentar neste blog?
TAGS = temas do blog (Clique em cima):